Meu Perfil

 

Sou professora de História da Educação e Psicologia Infantil mas foi como Coordenadora Pedagógica que atuei por mais tempo.

Me engajei em projetos sociais como ensinar música na favela, escrever e dirigir peças de teatro ou participando de festivais de música... 

Agora sou mãe e apaixonada por essa vida...  Canto num coral gospel (amo cantar!), e escrevo nas horas vagas.

Acredito no amor.

Sou avessa à ditadura moderna mas gosto do contato proporcionado pela tecnologia.

Também sou cristã e amo Jesus Cristo.

BRASIL, Sudeste, Mulher, de 46 a 55 anos



Histórico


 

Categorias
Todas as mensagens
 pessoal
 li e gostei
 Lugares
 Entre amigas


 
 

"Deus é por você.
Se Ele tivesse um calendário, o dia do seu aniversário estaria destacado por um circulo.
Se Ele dirigisse um carro, seu nome estaria no pára-choque.
Numa árvore no céu, Ele gravaria o seu nome em sua casca.
Sabemos que Ele tem uma marca nas mãos e sabemos o que ela diz:
"Eis que nas palmas das minhas mãos eu te gravei" (Isaías 49:16)." (Max Lucado)

 

Outros sites
 ministério
 fromour home - Cris
 minha cozinha


 

 
Olhar Recente


 
 

Também prefiro relação de verdade...

 

 

Olha que interessante esse artigo com o título : Muitos amigos no Orkut, no MSN e no My Space, publicado pela praticy comunicação.

Sabe os tipos com dois perfis no Orkut, cada um contendo 999 amigos, dezenas de contatos no MSN e aquela sensação de que é a pessoa mais conhecida, de que faz uma rede social de amizades e tudo o mais? Balela.

É o cérebro, mesmo on-line, que comanda a nossa capacidade de relacionamentos estáveis: o nosso teto é feito por 150 pessoas para relacionamento “networking”. Passou disso? Então é um mero relacionamento de transmissão, “broadcasting”.

Quem jogou essa bomba foi o estudo do antropólogo britânico Robin Dumbar, que inclusive ganhou o nome de “número Dumbar”.

Alguns estudiosos vão mais longe e dizem que para uma pessoa normal, um grupo de 50 amigos é o limite para relacionamento real.

É bom pra gente refletir com quantas pessoas nos relacionamos de verdade, quem ouve nossas conversas seriamente, quem compartilha nossas intimidades, dilemas e quantos dessas centenas de amigos já nos viram pessoalmente.

Fonte: http://praticy.com.br/blog/?p=63

 

Ufa! Pensei que estivesse fora dos 'padrões sociais'.

Eu sou normal... rs

 

Christin@

 Getty Image



Categoria: li e gostei
Escrito por Chris às 11h03
[] [envie esta mensagem] [ ]



 
 

Fermento novo!

 

 Li hoje  de manhã:

 


 

 

 

 "Limpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento (...)

 Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia,

mas com os ázimos da sinceridade e da verdade."  

-  I Cor 5 : 7 a 9  -

 

Ázimos - Descrito no Antigo Testamento, a Páscoa era celebrada com os pães ázimos (sem fermento).

 



Categoria: li e gostei
Escrito por Chris às 21h38
[] [envie esta mensagem] [ ]



 
 

Paradoxos

 

Vivo um paradoxo significativo.

Depois de uma vida apoiada no meu entendimento, nas minhas possibilidades (só!), reconheci a necessidade de Deus na direção de tudo.

Viver no mundo, sem ser do mundo foi um dos ensinamentos de Jesus. E a cada dia constato o quanto isso faz sentido.

Quando experimento o calor e o cuidado de Deus com tudo que me cerca, vejo também o distanciamento de muitas pessoas daquilo que Ele proporciona e deseja dar aos homens: paz, segurança, alegria verdadeira.

Sei que parece piegas para quem não teve esse encontro pessoal com Deus, mas posso afirmar que é a experiência mais importante da vida inteira.

É o que me diferencia da pessoa que eu era antes,  para essa que reconhece sua insignificância diante de um Deus tremendo  e maravilhoso...

Ao mesmo tempo, em cada fraqueza Ele se aperfeiçoa em mim. Torna-me capaz porque Ele não pode ser menos do que é.

O caminho que eu traço sozinha é tortuoso e difícil. O caminho que Ele traça para mim, é  perfeito, plano, reto, bom.

Seus filhos são herdeiros de tudo que há de mais puro, de mais bonito, de verdadeiro.

Vale a pena a busca desse encontro com Deus. Encontro que transforma um coração de pedra, como o meu,  em coração de carne.

Capaz de amar, e perdoar, e amar...  até o fim.

Para sempre!

 

Christin@

 

 

 

" E os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda." - Isaías 30: 21

 

 



Categoria: pessoal
Escrito por Chris às 11h16
[] [envie esta mensagem] [ ]



 
 

Caminhando...

 

 

Caminhar não é dos meus hábitos preferidos (não mesmo!).

Sou mais de ouvir música, tocar violão (embora queira muito ter um piano outra vez), ler ou escrever, cozinhar, pintar o sete,o oito...rs

Mas... tenho que admitir: dias em que me obrigo a sair sem carro  e caminho pelas proximidades ou no jardim da praia, sinto-me tão bem!

Então não sei explicar porque não caminho sempre...  Rebeldia boba a minha.

Só ou acompanhada tudo fica perfeito. 

Pedalando  ou caminhando, além do coração,  meu cachorro também 'agradece'.

Caminhar é ótimo!

 

Christin@

 

  

 

 "Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio" - Isaías 65: 18



Categoria: pessoal
Escrito por Chris às 11h00
[] [envie esta mensagem] [ ]



 
 

Ao invés de creches, escola de pais.

 

Caminhamos para um futuro difícil, para dizer o mínimo. 

Filhos de uma geração omissa ( a nossa), que prefere fazer de conta que nada está acontecendo.

O caos se instala em diferentes segmentos da sociedade e em diferentes culturas. 

Observo por exemplo, o fato de que adolescentes são mães cada vez mais cedo, vítimas de uma educação deficiente (ou ausente), da erotização da mídia, da moda e de tudo que rouba a infância cada vez mais cedo.

Jovens que ao colocar filhos no mundo, percebem que criar e educar é tarefa em tempo integral.  Ocorre que não estão preparados para tamanho 'sacrifício'.

Crescer e tornar-se adulto implica em assumir consequências dos atos praticados.

Os jovens têm direitos de mais, liberdade demais e nenhuma responsabilidade. Sendo assim, os filhos desses jovens são entregues aos cuidados dos avós (que já fizeram a 'lição de casa').

E os jovens? Ah, esses seguem 'curtindo' a vida com plena liberdade. 

Em alguns anos, tornar-se-ão avós 'despreparados' e uma nova gama de problemas relacionados passarão a atingir  ainda mais a  sociedade. 

Para citar outra cultura com problemas também relacionados a omissão dos pais em estabelecer limites, cito notícia divulgada dia 07/6/2010 pelo jornal Global Times divulgando que segundo a Associação da Juventude chinesa para o Desenvolvimento das Redes, 24 milhões de chineses sofrem de dependência da internet. A manchete era:

"Jovens chineses internados em um acampamento para viciados em internet se rebelaram e aprisionaram seu instrutor para fugir de uma estrutura com práticas de estilo militar."

A falta de valores e nossas escolhas têm nos conduzido ao ostracismo moral.

Nossos jovens não são levados a amadurecerem. Apenas recebem o que desejam, sem nenhum propósito, nenhuma obrigação. Filhos que cresceram sendo recompensados pela ausência de pais que trabalham mais do que deveriam.

O resultado, é uma geração que estuda mais tempo, mas não estabelece relação do conteúdo com seu cotidiano,  isso para não citar  o engodo que é a educação das ciências no Brasil, que têm a mesma profundidade de uma poça d'água.  

Quando  se formam, os jovens não conseguem tocar a própria vida sem a ajuda dos pais que continuam vivendo as responsabilidades dos filhos.

Ser pai dá trabalho. Exige tempo. Pede renúncia do eu. 

Educação também é tudo aquilo que um país exemplifica e deixa de herança às futuras gerações. No caso do Brasil, nossa classe política  não tem deixado nada além de maus exemplos e vergonha.

Mas a 'ficha' do que está por vir, ainda não caiu para alguns. 

 Christin@

 

 

 

 " O sábio ouvirá e crescerá em conhecimento, e o entendido adquirirá sábios conselhos" -

Provérbios 1, verso 5.



Categoria: pessoal
Escrito por Chris às 11h02
[] [envie esta mensagem] [ ]



 
 

Porque reencontros são bons demais...

 

Rever pessoas que deixamos há tanto tempo e encontrá-las engajadas em seus ideais, é bom.

Sabê-las melhores do que as recordações, é uma sensação ótima.  

O tempo passa e leva muito de nós mas também acrescenta um olhar mais generoso das pessoas, do amor e da vida.

Um olhar que encanta e diverte. Olhar de surpresa. Olhar o novo tão antigo...

Olhar de criança.

Sincero no bem querer, às vezes debochado consigo mesmo, mas autêntico sempre!

 

Christin@

 



Categoria: pessoal
Escrito por Chris às 11h40
[] [envie esta mensagem] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]